domingo, 14 de dezembro de 2008

As conquistas e os desafios de ALDIVON

Amanhã, Baraúna estará completando 27 anos. Acho inclusive que nessa idade, ainda é uma moça que desabrocha para viver importantes momentos.

Atualmente, a cidade de Baraúna-RN é administrada pelo Prefeito Aldivon Nascimento e é considerada a melhor gestão entre todas as outras. O povo ratificou esse entendimento.

Para me convencer do contrário é difícil, vez que foram muitas as conquistas. Destacarei algumas guardadas nessa minha frágil memória:

a) Implantação de milhares de metros quadrados de calçamentos e lineares de meio-fios em ruas, promovendo qualidade de vida para a população;
b) Reforma geral da praça da matriz, embelezando o principal cartão-postal da cidade;
c) Aquisição de 02(duas) ambulâncias semi-UTI, tornando rápido e eficaz o transporte de pacientes Baraúna/Mossoró;
d) Aquisição de 01(um) ônibus para o Programa Caminho da Escola;
e) Pagamento em dia do funcionalismo público e fornecedores;
f) Construção de escola de educação infantil (em andamento) tida como modelo para os padrões atuais;
g) Iluminação urbana;
h) Reforma de estradas vicinais;
i) Construção de Ponto de Mototaxistas;
j) Parceria com o Governo do Estado para a instalação da Fábrica de Cimento da Votorantim em solo baraunense;
k) Implantação do Centro Cidadão;
l) Reforma geral da Escola Manoel de Barros;
m) Reforma geral do Centro Administrativo;
n) Reforma geral do Hospital Municipal Francisco Bezerra Sobrinho;
o) Construção da sede da Secretaria Municipal de Ação Comunitária (antigo Conviver);
p) Implantação da Farmácia Básica;
q) Implantação do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS);
r) Ampliação do Programa Saúde da Família (PSF);
s) Entre várias outras ações...

E vem por aí, nos próximos quatro anos:

a) A melhoria da qualidade do ensino e por conseqüência, a elevação do índice do IDEB (considero o maior e o mais importante de todos os desafios);
b) A humanização do atendimento aos cidadãos no Hospital Municipal;
c) A construção do Balneário Municipal;
d) A construção de Ginásios de Esportes;
e) Calçamentos em quase todas as ruas da cidade;
f) A fábrica da Votorantim em pleno funcionamento, gerando riquezas e renda para a população de Baraúna;
g) A manutenção de programas sociais importantes para a vida da população de baixa renda;
h) As obras estruturantes que Baraúna sempre desejou;
i) E tantos outros benefícios na agenda do governo de Aldivon Nascimento.

Aldivon é como uma águia: enxerga longe, é ágil e atinge os objetivos.

Atualizado em 12/10/2010: até ser reeleito - talvez por precisar do benefício desse instituto, o prefeito trabalhou muito. A reeleição em certos casos torna-se um desastre. Ainda pior, quando o prefeito quer fazer um reinado, não respeitando a renovação dos quadros democráticos torna-se a pior experiência para a população, tornando-se refém de sistemas políticos cada vez mais opressores e corruptos. Após reeleito preferiu fazer um governo olhando mais para seus interesses pessoais e políticos do que para os interesses do povo, da comunidade. Fomos enganados e decepcionados porque acreditávamos em um projeto de crescimento e não "operações políticas" feitas por uma dupla, a quatro mãos. O projeto para o bem de Baraúna naufragou, a cidade voltou a "estaca zero", sob o ponto de vista de tratar o povo com dignidade e hoje saltam aos olhos de todos a tragédia da reeleição em Baraúna.

2 comentários:

Ivanaldo Alves de Moura disse...

Para ser como uma Águia Aldivon precisa usar suas "garras" ou seria a caneta?.Para estirpar algumas aves de rapina que pousam pelos ninhos da pmb.

Claudembergh disse...

Esse adjetivo cabe a você perfeitamente Ivanaldo. Quem disso usa, disso cuida. Sabe porque? Porque naquele ninho - de onde tive o direito de sair discordando de um ajuntamento de pessoas má intencionadas, a justiça deveria estirpar quem assina licitações montadas (portanto, fraudadas) como você, que se mantém em cargo comissionado nepotizado e tem despesas pessoais ilegalmente custeadas pelo erário, acumulando o cargo de professor na rede estadual com um cargo no município. Não vou entrar em detalhes, mas digo porque posso provar. Falastrão e falso moralista você tem de se passar de honesto perante seus comparsas - porque as pessoas já o conhece bem e, não imagine que serei tolerante com você como fui naquela palhaçada que você tentou fazer no final de 2008, que não serei. Quem fala o que quer, escuta o que não quer, podendo responder por suas condutas.