terça-feira, 8 de maio de 2012

CNJ adia decisão sobre desembargadores para o dia 22 de maio

O julgamento do parecer que poderá pedir abertura de procedimento administrativo no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) contra os desembargadores Osvaldo Cruz e Rafael Godeiro foi adiado para o dia 22 de maio, quando nova sessão do pleno no CNJ será realizada. A votação seria hoje, mas o processo não entrou na pauta do Conselho.

O NOVO JORNAL apurou que a mudança ocorreu por conta do novo prazo dado pelo CNJ para apresentação das defesas pelos magistrados suspeitos de corrupção na divisão de precatórios do TJ.

As defesas de Osvaldo Cruz e de Rafael Godeiro já foram enviadas, mas como o prazo final acabaria hoje, não havia como entrar na pauta. O processo contra os dois desembargadores e ex-presidentes do Tribunal de Justiça corre sob sigilo.

A pena para a condenação em processos administrativos semelhantes a esse vai de uma simples advertência até a aposentadoria compulsória, quando ele é obrigado a se aposentar imediatamente e passa a receber o salário proporcional ao tempo em que foi magistrado.

Fonte: Novo Jornal

Um comentário:

nerivan disse...

amigo preciso de suas respostas conforme combinado, obrigado NERIVAN.