sábado, 2 de novembro de 2013

Presidente da Assembleia Legislativa recebe pedido de impeachment de Rosalba


Motta recebe pedido de impeachment 
Mottarecebe pedido de impeachment

Na manhã de ontem, cerca de 400 pessoas participaram de uma marcha contra os atrasos no salário do funcionalismo estadual. O protesto foi convocado pelo Sindsaúde-RN e pelo Sinai, sindicatos que fizeram uma paralisação de 24 horas. Junto com estudantes, professores, policiais civis e outras categorias, eles percorreram a avenida Rio Branco, interrompendo o trânsito, e seguiram até a Prefeitura e à Assembleia Legislativa.

Os servidores tomaram as escadarias da Assembleia Legislativa e fizeram um ato, acompanhados do boneco da governadora, que foi utilizado em agosto durante a greve da saúde do Estado, e o acampamento em frente à residência da governadora.

Em seguida, uma comissão protocolou o pedido de impeachment, que foi recebido por uma comissão de deputados, entre eles o presidente da Casa, Ricardo Motta (PROS), e Fernando Mineiro (PT).

"O pedido de impeachment não é para ser feito apenas em caso de corrupção e roubo. A população tem que poder tirar um governante que não investe na saúde e deixa as pessoas morrendo no corredor. Vamos esperar mais um ano? Quantos irão morrer até lá?", questiona Simone Dutra, coordenadora-geral do Sindsaúde-RN e principal autora do pedido.

A governadora foi denunciada por crime de responsabilidade e por improbidade administrativa, baseado na Lei 1.079, que, em seu artigo 75, permite a "todo cidadão denunciar o Governador perante à Assembleia Legislativa".

A denúncia responsabiliza o governo pelo não cumprimento dos direitos básicos como saúde, educação e segurança, e destaca o caos na saúde do Rio Grande do Norte com a falta de atendimento, as mortes nos hospitais e a falta de condições de trabalho dos profissionais, como o exemplo da falta de fio de aço para cirurgias no Hospital Walfredo Gurgel. O documento entregue também denuncia a falta de investimentos nestas áreas, comparando com gastos como diárias e publicidade.

O pedido foi assinado ainda pelos vereadores de Natal, Amanda Gurgel (PSTU), Marcos Antonio (PSOL) e Sandro Pimentel (PSOL), além do presidente do PSTU-RN, Dário Barbosa; do professor da UFRN Robério Paulino, e representantes da CSP-Conlutas e da ANEL (Assembleia Nacional dos Estudantes Livres).

O presidente da Assembleia, deputado Ricardo Motta (PROS), tratou o assunto com cautela. "Nós recebemos o documento, como recebemos todos os dias diversos documentos aqui na nossa Casa. O setor jurídico da Assembleia vai analisar seu conteúdo e, só então, teremos a orientação de como deveremos proceder. Não quero antecipar qualquer juízo de valor porque não tivemos condições de analisar o teor do pedido", afirmou.

O ato também foi em apoio à greve dos servidores de Natal, que completou 16 dias sem uma nova proposta da Prefeitura. No dia anterior, o prefeito Carlos Eduardo (PDT) chegou a bater boca e arrancar as faixas de servidores em frente à Prefeitura. 

"O prefeito Carlos Eduardo congela os nossos salários, ignorando a nossa data base. Já a governadora Rosalba atrasa o pagamento. Os governantes parecem se importar 
só com a Copa e esquecem dos servidores e da população", afirma Célia Dantas, diretora do Sindsaúde-RN.

FONTE: Via Blog RGNews.com / Patu em Foco

Nenhum comentário: