sábado, 7 de dezembro de 2013

Sem tripulação, GOL atrasa voos e passageiros dormem no aeroporto de Brasília











GOL dispensa tripulação com hora-extra e atrasa voos em BrasíliaAgência Brasil

O Aeroporto Juscelino Kubitschek está mais cheio do que o normal neste sábado (7) e passageiros que precisam fazer check in na GOL precisam ter paciência.

Um problema com a tripulação da companhia aérea está gerando atrasos nos voos em todo o País e, em Brasília, passageiros passaram a noite no aeroporto.

Na madrugada deste sábado houve confusão e pelo menos dois passageiros passaram mal e precisaram de atendimento médico na sala de embarque.

Leia mais notícias no R7 DF   

Cerrado vira joias de ouro nas mãos de casal de Brasília. Veja fotos

A banda da dupla sertaneja César Menotti e Fabiano, que fez show na cidade nesta sexta-feira (6), também ficou presa no aeroporto devido aos voos atrasados.

O servidor público Ricardo Ayres, tenta embarcar com a esposa e o filho de três anos para Vitória (ES), mas sem tripulação para o voo, a passagem já foi trocada duas vezes. Ele conta que o transtorno começou nesta sexta, quando o voo marcado para 17h25 foi adiado para as 20h20.

Segundo Ayres, depois de avisos de voo atrasado e alteração no local de embarque, os passageiros foram levados para um lugar pequeno e abafado e, mesmo depois de remarcado, o voo continuava uma hora atrasado.

— Um senhor cardíaco se sentiu mal e um médico que estava entre os passageiros que socorreu. Minha mulher também desmaiou e foi levada para o posto médico do aeroporto.

Sem bagagem

Enquanto a esposa era atendida, o voo decolou e eles não conseguiram embarcar. As quatro bagagens da família, que já haviam sido despachadas, foram para Vitória sem os donos.

Na tentativa de solucionar o problema, a GOL pagou o táxi e o lanche da família e remarcou as passagens para este sábado, às 5h25. No entanto, a família continua em Brasília.

Segundo Ayres, eles chegaram ao aeroporto ainda de madrugada e encontraram os passageiros da noite anterior esperando voos, dormindo no chão da sala de embarque.

O voo foi adiado por uma hora e às 6h20 os funcionários da empresa afirmaram que não havia previsão de embarque. De acordo com Ayres, a informação passada para os passageiros era de que não havia tripulação.

— O que mais deixa alarmado é o desrespeito, o pouco caso. A empresa marcar os voos e não ter tripulação. E o povo tratado como gado, dormindo no chão, pessoas passando mal.

Para tentar resolver o problema, a GOL teria tentado remanejar os passageiros para voos de outras companhias aéreas, mas não conseguiu encaixar a família do servidor público, que está de férias. Os três vão fazer uma nova tentativa neste domingo (8).

Chuvas geraram atrasos

De acordo com a assessoria de imprensa da GOL, os problemas foram ocasionados pelas fortes chuvas no Sudeste na última quinta-feira (5). Por meio de nota, a companhia informou que os aeroportos de Congonhas (SP), Guarulhos (SP), Viracopos (SP), Galeão (RJ) e Santos Dumont (RJ) “apresentaram condições inadequadas para pousos e decolagens ocasionando atrasos e cancelamentos” na malha aérea.

Por conta dos atrasos, a tripulação teria trabalhado além da carga horária e foram dispensados, para respeitar o limite de horas vencidas determinada pela legislação da categoria. Segundo a nota da GOL, é essa falta de funcionários que está gerando mais atrasos nos voos.

A companhia área esclarece que “está trabalhando para a normalização de sua operação ao longo do dia e que eventuais alterações nos horários e trajetos de voos são procedimentos, ainda que indesejados, às vezes necessários às operações aéreas”.

R7.com

Nenhum comentário: